A Oficina

A Oficina de Criação Literária Clarice Lispector foi criada em 2006,  no Traço Freudiano Veredas Lacanianas Escola de Psicanálise. Surgiu de um grupo dedicado às leituras clariceanas, daí a manutenção do nome Clarice Lispector como estrela guia.  Tem como objetivo o trato com a palavra, importante que é nos estudos psicanalíticos. Seu desenvolvimento está pautado em três linhas: a teórica, a do conhecimento crítico da obra em  estudo e a da escrita dos participantes.

            A Coordenação é de Lourdes Rodrigues, membro efetivo do Traço.

A arte nasce por excesso, por pressão da super abundância. Nssce, quando viver não é mais suficiente para expressar a vida.
                                             André Gide          

13 ideias sobre “A Oficina

    • Pode ser um projeto interessante. Confesso que já havia pensado, mas teria que estudar um pouco como operacionalizar. Obrigada, pela sugestão. Aceito discutir a ideia.

  1. Parabéns pelo projeto, pelo desempenho e pela iniciativa d transformar lixo em arte, e pessoas sem boa condição, em gente adorada pelo povo, reconhecida.. Estas pessoas são guerreiros e artistas…

  2. Poema da Noite

    À espera dos bárbaros – Konstantinos Kaváfis
    O que esperamos na ágora reunidos?
    É que os bárbaros chegam hoje.
    Por que tanta apatia no senado?
    Os senadores não legislam mais?
    É que os bárbaros chegam hoje
    Que leis hão de fazer os senadores?
    Os bárbaros que chegam as farão.
    Por que o imperador se ergueu tão cedo
    e de coroa solene se assentou
    em seu trono, à porta magna da cidade?
    É que os bárbaros chegam hoje.
    O nosso imperador conta saudar
    o chefe deles. Tem ponto para dar-lhe
    um pergaminho no qual estão escritos
    muitos nomes e títulos.
    Por que hoje os dois cônsules e os pretores
    usam togas de púrpura, bordadas,
    e pulseiras com grandes ametistas
    e anéis com tais brilhantes e esmeraldas?
    Por que hoje empunham bastões tão preciosos,
    de ouro e prata finamente cravejados?
    É que os bárbaros chegam hoje,
    tais coisas os deslumbram.
    Por que não vêm os dignos oradores
    derramar o seu verbo como sempre?
    É que os bárbaros chegam hoje
    e aborrecem arengas, eloquencias.
    Por que subitamente esta inquietude?
    (Que seriedade nas fisionomias!)
    Por que tão rápido as ruas se esvaziam
    e todos voltam para casa preocupados?
    Porque é já noite, os bárbaros não vêm
    e gente recém-chegada das fronteiras
    diz que não há mais bárbaros.
    Sem bárbaros o que será de nós?
    Ah! eles eram uma solução.

    Konstantinos Kaváfis (Alexandria, 29 de abril de 1863 – Alexandria, 29 de abril de 1933) – Considerado um dos maiores poetas gregos modernos. Não chegou a publicar nenhum livro, apenas poemas em folhetins e jornais. Após sua morte, foi publicado um livro com os 154 poemas que escreveu. Todos os poemas foram traduzidos por José Paulo Paes.

  3. Olá,

    Estou encantada com o site! Ótimo trabalho!
    Só não achei de onde vocês são, não consegui achar o endereço, se puderem me mandar ficaria agradecida!

    Abraços,

    Vanessa.

    • Oi, Vanessa, desculpe-me não ter ainda me apresentado. Sou Lourdes Rodrigues, uma das coordenadoras da Oficina de Criação Literária Clarice Lispector (responsável pelo Blog) que funciona no Traço Freudiano Veredas Lacanianas Escola de Psicanálise, em Recife. Maiores informações estão no Início do Blog. Obrigada pela seu estímulo, mais uma vez.

      • Lourdes, muito obrigada por responder!
        Fico feliz e triste ao mesmo tempo. Feliz por saber que tem trabalhos como o de vocês e triste por estarem tão longe, mas nada impossível, isso é um estímulo para conhecer nosso querido nordeste! Sou de Marília, interior de São Paulo e já uma seguidora do trabalho de vocês! Abraços!

  4. Gostaria de saber como participar/colaborar com a Oficina de Clarice Lispector.

    atc.

    Roberta Aragào, apenas uma leitora voraz e eterna admiradora de C.L.

    • Roberta, o traço de união dos participantes da oficina é o gosto pela leitura. Assim, o seu apenas é exatamente o nosso ponto em comum. Visite-nos: Rua Alfredo Fernandes, 285, Casa Forte – telefone 3265-5705. A oficina ocorre às quartas-feiras de 14:30 às 16:30. A Programação está neste blog.
      Abraço
      Lourdes Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =