Programação 2015

PROGRAMAÇÃO 2015

Ementa:
— Leitura e análise crítica
— Escrita
— Técnicas literárias

 

Detalhamento do Programa:

Clariceando: À benção madrinha.

Ao Correr da Máquina em A Descoberta do Mundo

1.0 – Leitura e análise crítica de texto literário

1.1 –Os Mortos – James Joyce
1.2 – A Lição do Mestre – Henry James
1.3 – Nadja – André Breton

2.0 – Leitura e análise crítica de texto literário complementar ou alternativo

2.1 ­ Crime e Castigo ou Os Irmãos Karamazóv: Dostoievski
2.2 ­ O filho de Mil Homens – Valter Hugo Mae
2.3 ­O Jovem Törless– Robert Musil
2.4 ­ Fogo Morto – José Lins do Rego

3.0 – Escrita – O trabalho de artesão do escritor:

3.1 ­ Continuação do romance iniciado em 2014
3.2 ­ Elaboração de Contos, Crônicas e Resenhas
3.3 ­ Divulgação no Blog da produção literária

4.0 ­ Técnicas
4.1 – Como elaborar uma resenha literária
4.2 – Estruturação do Romance
4.3 – Foco Narrativo, tempo e espaço narrativos

PROGRAMAÇÃO 2014

 Ementa:

— Leitura e análise crítica

— Escritas

— Blog da Oficina

Programa:

1.0  – Leitura e análise crítica de textos literários:

Stehdhal1.1  – O Vermelho e o Negro – Stendhal 

 ana-não

 1.2  – Ana-Não – Agustín Gómez-Arcos

 2.0  – Estímulos à escrita criativa – O trabalho de artesão do escritor: suor e recursos técnicos

3.0 – Revitalização do Blog com a participação dos viageiros

PROGRAMAÇÃO 2013

Rumo ao Teatro

 Caros Viageiros,

 Após longa estadia em terra firme, é chegada hora de abandonarmos o remanso e lançarmo-nos ao mar, outra vez. Antes, porém, de singrarmos por águas forasteiras, urge completarmos o roteiro da Bahia, adiado pela sedução de merecidas férias. De tal roteiro não mais falarei, todos já o conhecem muito bem, sem dúvida. Vou desenrolar o canudo com a Carta de Navegação que proponho para 2013, com destino ao cruzeiro das artes cênicas, mais precisamente, Rumo ao Teatro.

Antes de iniciarmos o percurso do teatro, todavia, cumpre-nos seguir o ritual de homenagear a nossa madrinha Clarice Lispector, lendo Começos de uma Fortuna, para receber a sua benção e assim, podermos enfrentar águas estrangeiras com todos os seus mistérios e incertezas.

Cumpridos o roteiro baiano e a unção pela madrinha, façamo-nos ao mar, Rumo ao Teatro, com o seguinte roteiro no coração e mente:

  •  ·   Teatro grego (do Ditirambo às tragédias e comédias)
  • ·   Teatro elisabetano ou shakespereano
  • ·   A Idade de Ouro espanhola:Calderon de La Barca, Commedia Dell’Arte italiana:  Carlos Goldoni; os Autos portugueses: Gil Vicente .
  • ·   Teatro Francês, do trágico Racine, à fina comédia de Molière
  • ·   Teatro Realista de Ibsen
  • ·   Teatro Naturalista de Tchecov
  • ·   Teatro Moderno de Bertolt Brecht
  • ·   Teatro existencialista/teatro do absurdo
  • ·   Teatro brasileiro

Para maior compreensão da paisagem teatral vamos seguir duas rotas: a das leituras críticas e eficientes de grandes estudiosos, entre eles, Aristóteles, em sua Poética, Otto Maria Carpeaux, na História da Literatura Ocidental V.I e Ensaios Reunidos I e II, Werner Jaeger, na Paidéia, Massaud Moisés,  em A Criação Literária. E a rota dos dramaturgos, dos que enchem as casas de espetáculos com as suas obras. São muitas peças à vista, difícil será controlar a ansiedade e lidar com as perdas resultantes das escolhas, mas o fôlego é curto, o tempo implacável. Ler uma obra de cada fase do teatro seria o ideal, mas pouco provável de realização. Mais viável, escolher poucos períodos do movimento teatral e selecionar peça representativa dele. Se conseguirmos aportar em 4 ou 5 fases, teremos atingido o objetivo. As peças, em geral, são curtas, o que nos permitirá ter uma boa expectativa de leituras.

Continuando a nossa viagem, sairemos da rota do teatro para a do romance,  enveredando por águas russas, com Fiódor Dostoievski, em  Memória do Subsolo, onde o subsolo é entendido como o inconsciente do ser humano, lugardos pensamentos e idéias que queremos esconder de todos, até de nós mesmos, mas é ele que comanda a nossa vida. Dizem ser a primeira obra existencialista, inclusive, ter sido uma das inspirações de Jean Paul Sartre para desenvolvimento da sua teoria. Não fui rastrear a informação. Todavia, a obra influenciou e influencia escritores na construção dos seus personagens, exemplo disso é Nikolai Levin, do romance de Tolstoi, Anna Karenina. O o grande solilóquio do personagem, ao lado da leitura do conto, Se eu seria personagem,  de João Guimarães Rosa, contribuirão para  apoiar o debate sobre o receptor do discurso, o narratário, figura responsavél pela escuta do narrador .

As escritas continuarão sendo estimuladas, haverá em cada porto a esperança de encontrar muitas paisagens construídas pelos próprios viageiros, a partir de provocações decorrentes das leituras e técnicas literárias apresentadas.

A viagem será acompanhada através do nosso blog www.traco-freudiano.org/blog 

 Jaboatão dos Guararapes. 20 de fevereiro de 2013

                                                           Lourdes Rodrigues


  

PROGRAMAÇÃO 2013

 Ementa:

— Compreensão da paisagem.

— Leitura e análise crítica

— Escritas

— Blog da Oficina

Programa:

1.0       — Compreendendo a paisagem teatral

1.1       — Mapas de orientação técnica

1.1.1  — Origens, gêneros, características, significados, técnicas.

1.2       —Narrativas dramáticas (leitura de peças teatrais)

2.0       — Leitura e análise crítica:

2.1       — Essa Terra — Antonio Torres

2.2       — Começos de uma Fortuna – Clarice Lispector

2.3       — Diário  do Subsolo –  Fiódor Dostoiévski

2.4       Se eu seria personagem —  João Guimarães Rosa

3.0       — Estímulos à escrita criativa – O trabalho de artesão do escritor: suor

                   e recursos técnicos

LISTA INICIAL PARA SELEÇÃO DAS PEÇAS A SEREM LIDAS, SEGUNDO A FASE DO TEATRO

  • ·   Édipo Rei – Sófocles  (teatro grego)
  • ·   Auto da Barca do Inferno/Gil Vicente – Autos portugueses
  • ·   Otelo, o Mouro de Veneza/Ricardo III/Antonio e Cleopatra /Coriolano – Shakespeare
  • ·   La vida Es Sueño – Calderon de La Barca (idade do ouro)
  • ·   Escola de Mulheres/Anfitrião/Tartufo/As Preciosas Ridículas/O Misantropo –  Moliére
  • ·   Casa de Bonecas/Peer Gynt/Hedda Gabler – Ibsen – teatro realista
  • ·   A Gaivota- Anton Tchecov/ Asilo NoturnoMáximo Gorki – naturalista
  • ·   Anjo de Pedra-Tennessee Williams/Quem tem medo de Virgínia WoolfEdward Franklin Albee/Jornada de um longo dia para dentro da noiteEugene O’Neill
  • ·   Entre 4 paredes – Sartre- teatro existencialista
  • ·   Esperando Godot – Samuel Beckett – teatro do absurdo
  • ·   Eles não usam Black-tie– Guarnieri/Navalha na carne– Plínio Marcos – teatro brasileiro

 BIBLIOGRAFIA:

  •       — ARISTÓTELES, Poética, Nova Cultural Ltda, 2004
  •     — CARPEAUX, O. M.História Ocidental da Literatura, LEYA, 2011
  •      ___________________Ensaios Reunidos,, V.I e II, TOPBOOKS, 1999
  •    — DOSTOIÉVSKI, Fiódor, Diário do Subsolo, Martin Claret, 2012
  •    —JAEGER, Werner, Paidéia, Martins Fontes, 2003
  •   — LODGE, David – Arte da Ficção,
  •   LISPECTOR, Clarice, Laços de Família, Francisco Alves Editora, 1993
  •   D’ONOFRIO,Salvatore, Forma e Sentido Texto Literário, Ática,2007
  •   MOISÉS, Massaud, A Criação Literária, Cultrix, 1992
  •  SOARES, Angélica , Gêneros Literários, Ática, 2007
  •  —TORRES, Antonio, Essa Terra, Bestbolso, 2008
  • — VASCONCELOS, Luiz Paulo – Dicionário de Teatro,

 

 

‎28/‎02/‎2013

 

 

 

 

2 ideias sobre “Programação 2015

  1. Gostaria de informar-me se a Oficina Clariceana ainda se estende até dezembro.
    Tenho muito interesse em participar.
    Tenho Especialização em Literatura Brasileira e sou mestranda em psicanálise. Contudo, o que me leva a querer participar é a minha paixão pelos textos de Clarice de quem acabo de ler a fantástica biografia escrita por Benedito Moser. Talvez a mais completa.
    Aguardo retorno sobre inscrição e demais informações.

    • Sim, a Oficina se estende até a primeira quinzena de dezembro, Graça. Janeiro descansamos e retornamos em fevereiro. Seria interessante você passar por lá, para conhecer. Toda quarta-feira de 14:30 às 16:30. Aguardamos você. Lourdes Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + dez =