Viageiros em Ação

Lembrar é relembrar

*Luzia Ferrão

Relembrar pra que? Lembro, lembro e lembro
Não queria, mas…. lembro
É um relógio que não para, acho que mesmo sem querer
dou cordas, digo que não quero, não gosto mas porque continuo?
Eu tenho a chave para desliga-lo e porque não o faço?
Era uma vez, ou seja, não era nenhuma vez,
Dançava, rodopiando a música, composta de acordes inexistentes
Explodia em centelhas de prazer, riso permanente na face,
não era sonho era a realidade do sonho
meu vira-lata querido sujava tudo, acordei e ele havia partido
o sonho do grande amigo ficou prenhe na realidade
Passei pelo lindo, assombroso, misterioso museu, sonhei e fui arrastada
Convivi com cores misturadas e puras
Não existia diferença tudo era sonho e realidade

 

* Luzia Ferrão – professora universitária, assistente social, contista, ensaísta.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =